segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Morcegos no Pinhal do Rei

            O grupo "Borboletas da Marinha Grande" organizou mais uma das suas sessões de observação de borboletas nocturnas, desta vez no Vale dos Pirilampos no Pinhal do Rei. Esta sessão era aguardada com alguma ansiedade por alguns dos regulares membros do grupo, já que traria associada uma novidade nunca antes praticada pelo grupo.
            De facto, tratou-se de uma sessão de observação conjunta de morcegos e borboletas nocturnas.
            Sílvia Barreiro e Bruno Silva, conhecedores do assunto em questão (quirópteros), transmitiram aos participantes conhecimentos acerca dos morcegos em Portugal e no Mundo, inclusive através de uma apresentação multimédia.
            O objectivo em relação à sessão de observação de morcegos era a captura de eventuais espécimes habitantes daquela zona do Pinhal, observá-los e catalogá-los sendo, para tal, montadas redes para a sua captura.
            Porém, ia já adiantada a hora sem que nas redes tivesse caído algum indivíduo. Algum desalento grassava entre os presentes na sessão.
            Já passava da uma da manhã, e quando já nada o fazia prever e se preparava já o desmontar das redes, quando numa delas, montada um pouco mais longe do local onde nos encontrávamos, foi capturada uma fêmea da espécie Nyctalus leisleri (Morcego-arborícola-pequeno). Mais tarde foi também capturado um macho da mesma espécie.
            Esta espécie faz parte das 27 conhecidas em Portugal sendo que 25 ocorrem no Continente, 1 endémica dos Açores e 1 endémica da Madeira e das Canárias.
            São conhecidas cerca de 1200 espécies de morcegos.
            Dos dois exemplares foi feito o registo de todas as suas características. Foram observados e mostrados em pormenor a todos os participantes na sessão, o que muito agradou a todos, sendo, mais tarde, devolvidos à liberdade. Foi assim cumprido um dos objectivos desta sessão de observação.
            No que respeita às borboletas nocturnas esta foi uma sessão de fraca profusão.
           É, também, com actividades deste tipo que se vai conhecendo e dando a conhecer melhor o nosso Pinhal do Rei.
            Informação mais detalhada pode ser vista no site Borboletas da Marinha Grande.
   Pormenor da “asa” do Nyctalus leisleri


Nyctalus leisleri (fêmea)
Nyctalus leisleri (macho)

2 comentários:

  1. Foi uma noite de surpresas e conhecimento, para nós amantes da natureza e sua fauna foi excelente este workshop sobre morcegos. Os meus agradecimentos a todos intervenientes pela sua dedicação a estes temas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi exactamente isso, amigo Aurélio. Concordo plenamente.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...