sábado, 23 de junho de 2012

Piquete de prevenção contra incêndios no Pinhal do Rei

            Durante séculos, o combate aos fogos no Pinhal do Rei foi feito exclusivamente pelo pessoal florestal e pelas populações limítrofes.
            Em 1848, também o pessoal da Fábrica dos Vidros, por imposição posta por lei ao seu arrendatário, passou a ser dispensado em caso de incêndio na Mata, de modo a poder ajudar no seu combate.
            Em 1890, foi criado em Pedreanes pelos Serviços Florestais um piquete de prevenção contra incêndios. Era composto por quatro guardas a cavalo, munidos de foices, pás e enxadas e por jornaleiros que se deslocavam em carros de cavalos ou a pé ou de bicicleta.

Piquete de prevenção contra incêndios
Guarda a cavalo - finais do séc. XIX

Guarda indo de bicicleta para um incêndio - finais do séc. XIX

3 comentários:

  1. Penso que as condições dos soldados da paz, mudaram bastante mas, ainda não o suficiente.
    O país está em crise mas a verdade é que ainda assim...não podemos permitir que ele sucumba pelo fogo. Julgo que, quem de direito, deveria olhar este problema com muito mais cuidado e atenção porque, as altas temperaturas...estão aí.
    Um abraço e bom fim de semana-
    Graça

    ResponderEliminar
  2. Se continuasse a haver guardas florestais, decerto se evitavam muitos e muitos incêndios por esse pais fora. Mas cuidando que poupam, estragam...

    ResponderEliminar
  3. Impossível inverter o ciclo de fogos,os actuais políticos, no que diz respeito á administração pública,optaram por uma espécie de clínica geral,não se aposta na especialização por sectores,pelo contrário têm destruído essa especilização, por certo não resultará, seria o mesmo que enfermeiros começarem afazere intervenções cirúrgicas.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...