domingo, 15 de abril de 2012

João de Almeida Eliseu e Manuel de Carvalho Paulino

João de Almeida Eliseu

            Engenheiro Silvicultor, formado pelo Instituto Superior de Agronomia em Lisboa, nasceu a 5 de Outubro de 1928. Colaborou no Plano de Fomento Agrário a partir de Agosto de 1952 e em Maio de 1955 foi contratado para desempenhar funções no Gabinete de Estudos e Obras de Correcção Torrencial, integrado na Direcção Geral dos Serviços Florestais e Aquícolas, e cuja sede era em Leiria. Em Janeiro de 1969 passou a chefiar este serviço.
            Dez anos depois, em Agosto de 1979, iniciou a sua actividade como director da Sub-Região Agrária de Tomar, integrada na Direcção Geral de Agricultura do Ribatejo e Oeste, que abrangia as Zonas Agrárias de Leiria, Tomar e Abrantes.
            Em Fevereiro de 1986 foi nomeado chefe da Circunscrição Florestal da Marinha Grande.
           Foi membro efectivo do Conselho Regional Agrário em 1988 e, no ano seguinte, representante efectivo da Direcção Geral das Florestas para a Comissão de Acompanhamento do Plano Director Municipal de Leiria.
            A sua acção centrou-se na salvaguarda do património Florestal através da aplicação de processos tecnicamente mais recomendados, numa dupla perspectiva de conservação dos recursos e de rentabilidade económica. Tal revelou excelente capacidade de gestão e elevados conhecimentos técnicos, aliados a um acentuado bom senso, o que lhe mereceu um louvor em 1992, ano em que se aposentou, a 1 de Dezembro.
            É autor do “Projecto de ordenamento das matas da bacia hidrográfica do rio Lis”, de 1953, e co-autor dos trabalhos “Erosão e gestão do solo: reflexões sobre o caso português” de 1990; “Regime silvo-pastoril: correcção torrencial”, dos anos 60.
           Reside actualmente em Leiria.

Manuel de Carvalho Paulino

            Nasceu a 14 de Março de 1936, tendo completado o curso de Regente Agrícola em 7 de Maio de 1957. Contratado para exercer as funções de Regente Florestal de 3ª Classe, foi colocado na 3ª Repartição Técnica. Em 1965 entrou para a Circunscrição Florestal da Marinha Grande e cerca de 10 anos depois foi nomeado Administrador Florestal do Engenho, cargo que exerceu até 2 de Abril de 1993, data em que foi extinta a referida Administração Florestal.
            Responsável pela gestão dos recursos disponíveis procurou sempre aplicá-los em benefício do Pinhal, coordenando com rigor todos os trabalhos efectuados. Muito metódico e cumpridor das suas responsabilidades, Manuel Paulino foi um profissional dedicado, incansável e permanentemente disponível, cuja afabilidade e compreensão para com os funcionários que de si dependiam lhe granjearam a estima e consideração de quantos com ele lidaram. Qualidades que mereceram um testemunho público de louvor aquando da sua passagem à aposentação, em Janeiro de 1997, após 31 anos ao serviço da Circunscrição Florestal da Marinha Grande.
            Vive actualmente em Vieira de Leiria.


IN: http://www.afn.min-agricultura.pt/portal

Patente de 10 a 27 de Março de 2011 na exposição "Factos e Personalidades do Pinhal do Rei", na Galeria Municipal da Marinha Grande – Edifício dos Arcos (Jardim Stephens)

2 comentários:

  1. O 2º homenageado não conheço, mas conheço bem o 1º e tenho a acrescentar ao que aqui ficou escrito que é um "senhor"!

    Boa homenagem. As pessoas precisam de ser recordadas e reconhecidas.

    ResponderEliminar
  2. Fico feliz quando encontro Pessoas deste cariz ( e até rima...) Não é do que este país precisa?
    Um abraço aos dois homenageados.
    Graça

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...